TESTE DE ORIENTAÇÃO NO ENEAGRAMA

Apesar de simples, este teste pode sugerir seu provável número no Eneagrama. Não substitui o estudo detalhado dos "E-tipos", mas pode servir de orientação para algumas pessoas. Siga as instruções e seja o mais honesto possível consigo mesmo!

INSTRUÇÕES GERAIS:

O teste todo consiste em duas partes. Após escolher uma descrição na Primeira Parte, clicando CONTINUA, você abrirá outra janela com perguntas da Segunda Parte. Após respondê-la você abrirá uma janela com uma breve descrição do número sugerido para você no Eneagrama.

PRIMEIRA PARTE:

Nas descrições abaixo, escolha a mais próxima da maneira como você é, a que melhor retrata sua "energia". Você só pode escolher uma delas! Provavelmente não concordará com alguma afirmação ou comentário da descrição mas, não a rejeite apenas por isso! Concorde com a idéia geral. Não analise demais!

A. Você percebe sua vida mais como uma aventura. Pés no chão, bem situado com relação às outras pessoas. É razoavelmente independente e sabe se colocar. Sente que pode controlar a maioria dos acontecimentos, normalmente de maneira ativa. Gosta de estabelecer seus objetivos, envolver-se e fazer as coisas acontecerem. Não gosta muito de ficar parado, quer fazer algo de impacto. Não busca necessariamente confrontações mas, por outro lado...! Geralmente sabe o que quer, e se concentra em conseguir.

B. Você percebe sua vida mais como uma viagem. Sua tendência é para mais quieto (reservado); sente-me bem sozinho. Socialmente, não busca, em geral, atrair atenção para si e se colocar de maneira assertiva e confrontadora. Não se sente muito confortável para assumir liderança ou ser competitivo. Muita gente talvez o veja como uma espécie de sonhador, pensador. Pode ficar razoavelmente bem sem pressão para estar ativo o tempo todo.

C. Você percebe sua vida, no fundo, como uma escola. Sua tendência é de ser extremamente responsável e dedicado. Sente-me muito mal se não mantiver meus compromissos e satisfizer as expectativas do que esperam de você. Gosta que as pessoas saibam que podem contar você e que tentará fazer o que acha ser o melhor para elas. Pode fazer grandes sacrifícios pessoais pelos outros, quer eles saibam ou não. Muitas vezes não se dá o direito de fazer o que realmente quer, faz primeiro o que deve ser feito e, dando tempo, cuida de si.